Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Sérvia: Os Seis de Belgrado voltarão a ser julgados

Queridxs, compas,

Gostaríamos de informar que em 8 de fevereiro de 2012 haverá um novo julgamento contra quatro membros da Iniciativa Anarco-Sindicalista (ASI) da Sérvia, e de dois anarquistas não afiliados, de Belgrado, como parte de um processo judicial contra os Seis de Belgrado (BG6).

Os seis libertários em Belgrado são acusados de incitar, auxiliar e executar um ataque contra a Embaixada da Grécia em Belgrado, no final de agosto de 2009, em solidariedade a um preso político grego em greve de fome nesta altura (Thodoros Iliopoulos). Imediatamente após o ataque à embaixada, os BG6 (Tadej Kurepa, Ratibor Trivunac, Ivan Savic, Ivan Vulovic, Nikola Mitrovic e Sanja Dojkic) foram detidos e mantidos presos durante os seguintes seis meses, acusados de “terrorismo internacional”. Graças à mobilização maciça de apoio, tanto global como localmente, foram liberados pouco antes da data do julgamento. Em junho de 2010, foram absolvidos completamente, finalmente, pelo Supremo Tribunal em Belgrado, que decidiu que não havia base para um veredito de culpabilidade em qualquer das acusações.

A promotoria apresentou uma queixa, mas a Corte de Apelações não respondeu até o momento em que razões políticas adequadas surgiam. Poucos dias depois dos protestos anti-militaristas contra a cúpula da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), realizada em Belgrado em junho de 2011, onde Ratibor Trivunac foi preso, a Corte de Apelações aceitou a acusação da promotoria e não conseguiu reabrir o caso contra os BG6.

Atualmente, continuam os procedimentos criminais contra sete membros do grupo local de Belgrado da ASI, e todos têm motivação política. A reabertura do processo contra os BG6 pode ser visto apenas como a continuação da repressão do Estado contra aqueles que se opõem à pilhagem e a exploração. Considerando que a Sérvia é uma república de banana periférica, governada por um estrato da burguesia abastada, é mostrado que, nesta fase da luta, a maior força contra o aparelho repressivo do Estado é a solidariedade internacional.

Por isso, chamamos a todos os companheiros e companheiras anarcossindicalistas, sindicalistas revolucionários e anarquistas de luta de classe em todos os lugares para se juntar em um dia internacional de solidariedade com os BG6, organizado globalmente em 6 de fevereiro, em frente às embaixadas, consulados e instituições culturais da República da Sérvia. Os protestos devem levar uma clara demanda pelo final de todos os processos judiciais contra os libertários de Belgrado e o cancelamento das acusações.

A liberdade de nossos companheiros depende em grande parte das atividades do movimento libertário internacional, e estamos convencidos de que a solidariedade internacional mostrará sua força uma vez mais.

Liberdade para os BG6! Morte ao Estado e ao capitalismo!

Secretariado Internacional da ASI

agência de notícias anarquistas-ana
ler também a, b, c

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>