Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Niš, Sérvia: “Dêm-nos os requerentes de asilo; podem ficar com a polícia”

Dêm-nos os requerentes de asilo; podem ficar com a polícia

7 de Dezembro de 2013: Desgostosos com o comportamento cada vez mais arrogante da polícia e decepcionados com a atitude racista dos cidadãos para com os requerentes de asilo, alguns libertários propuseram uma troca simples: “Dêm-nos os requerentes de asilo; podem ficar com a polícia” é o slogan escrito numa faixa pendurada num dos viadutos em Niš. Boa atividade dos compas para continuar a luta na sua cidade. Eles provaram mais uma vez que em Niš, Sérvia, o outro lado existe!

Descrição breve das duas referências publicadas em blogtipomogo:

Nos últimos meses, membros da “tropa de élite” de polícia estiveram alegadamente envolvidos na agiotagem, e também na colocação de uma bomba que matou o proprietário de um escritório de câmbio. Um membro da guarda civil de outra cidade matou e queimou duas pessoas porque supostamente lhe deviam dinheiro. Membros da guarda civil foram encontrados a escavar o solo em “propriedades privadas” em busca de ouro, a trabalhar como segurança privada em clubes utilizando recursos da polícia, acreditando-se que estão conectados com a máfia local. Num incidente recente, um membro da guarda civil abriu fogo, a partir de um veículo em movimento, sobre uma mulher porque ela o terá “provocado” pela sua condução lenta …O último incidente relacionado com os requerentes de asilo provenientes da África e Ásia (cerca de 250-300 deles viviam na rua já que não havia lugar para eles na centros de acolhimento) ocorreu quando um grupo de moradores de dois sítios estava a bloquear uma estrada, para protestar contra o fato dos refugiados serem transferidos para barracas no município de Obrenovac (perto de Belgrado). Depois, uma das barracas onde os migrantes deveriam ser acomodados foi incendiada (isso aconteceu à noite, e a pessoa que cometeu o incêndio criminoso mais tarde foi presa). Mais notícias relacionadas em noborderserbia.wordpress.com.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>