Atenas: Faixa em memória de Santiago Maldonado na Okupa Themistokleous 58

Santiago Maldonado vive na revolta.

Passados quatro meses desde o desaparecimento do nosso companheiro anarquista Santiago Maldonado e do seu assassinato às mãos do Estado, enviamos uma saudação aos/às companheirxs na América do Sul e fazemos uma chamada para se mantenha viva a chama da revolta neste Dezembro Negro.

De Exarchia até à América do Sul, a solidariedade anarquista é mais forte que qualquer fronteira.

em espanhol l inglês l alemão