Concentração em solidariedade à luta dos presos em Patras

Neste domingo (12), cerca de 100 libertários se reuniram em frente das prisões de Agios Stefanos (30 km de Patras), em solidariedade com aqueles que lutam atrás das grades.
A partir do dia 29 de novembro uma porcentagem muito elevada de detidos em toda a Grécia entrou em greve de fome em diversos centros penitenciários do país, para exigir melhores condições nas prisões, entre 11 outras demandas.
Na frente do presídio, os manifestantes gritaram palavras de solidariedade e pela abolição das prisões; uma faixa com os dizeres “A paixão pela liberdade é mais forte que qualquer prisão” foi pendurada nas paredes da carceragem. Também houve pichações, cantorias e falações através de alto-falantes.
Um prisioneiro descreveu por telefone as condições em que eles sobrevivem, e como aqueles que lutam dentro das prisões são tratados pelos guardas prisionais.
Presos acenavam das janelinhas do presídio e gritavam de volta, algumas bandeirinhas feitas à mão por eles foram queimadas.
Nenhuma luta é uma só! Solidariedade à luta dos presos!
Hoje, segunda-feira (13), foi chamado um dia de ação e manifestações em toda a Grécia, em solidariedade com os prisioneiros.

agência de notícias anarquistas-ana