Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Grécia: Proibição de discursos políticos nas escolas e custo de policiamento

AS LEIS ABOLEM-SE NAS BARRICADAS

O novo ano lectivo começou na Grécia nesta semana e pela primeira vez as escolas abriram as suas portas sem livros. Na Grécia, até agora, os livros escolares estavam publicados pela OLE (Organização dos Livros Escolares ) e estavam disponíveis gratuitamente, como resultado das lutas estudantis. Este ano, graças aos cortes do financiamento estatal para a educação, a entrega dos livros será atrasada até Novembro.

No início do ano o Ministério da Educação anunciou que mais de 100 escolas terão de fechar ou entrar no processo de fusão, enquanto os professores estão faltando. Com os estudantes universitários a ocupar as suas instituições (cerca de 300 faculdades estão ocupadas até agora) contra à nova Lei de Educação Superior, o Ministério tem medo que a onda das ocupações vá atingir a educação secundária também. Alguns dias atrás, os diretores das escolas receberam um documento do ministério, informando-os que os discursos políticos não são permitidos nas escolas.

No dia 13 de Setembro, foi anunciado que o custo de policiamento das manifestações e dos protestos em Tessalônica foi mais de 2 milhões de euros como resultado do envio de milhares de polícias para Tessalônica.

em inglês

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>