Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Atenas: Reivindicação de vários ataques incendiários em solidariedade com a anarquista Stella Antoniou

Na manhã de quinta-feira, 23 de fevereiro, atacamos vários alvos em 5 diferentes áreas de Atenas:

• Caixa eletrônico do Banco Nacional, na área de Thymarakia.

• Caixa eletrônico do Banco Marfin, no bairro de Palaio Faliro.

• Carro do jornal Free Sunday, de propriedade de Giorgos Kyrtsos, no bairro de Ilioupoli.

• 4 caixas eletrônicos na área de Ano Petralona (2 do Banco Nacional, 1 do Banco Piraeus e outro do Banco Millenium).

• Sucursal do Ministério da Cultura, no bairro de Exarchia.

Dedicamos estes ataques à companheira anarquista Stella Antoniou, que está encarcerada na prisão feminina de Koridallos, desde 4 de dezembro de 2010, acusada originalmente por integrar uma organização terrorista desconhecida, posição que se converteu, em seguida, na integração da Conspiração das Células de Fogo, sob cenários abstratos dos serviços antiterroristas. A verdade é que Stella é perseguida por sua postura combativa e coerente contra o Estado e o Capital. Essa postura combativa ela ainda segue tendo atrás dos muros, participando ativamente tanto de lutas massivas de presos, como também com a sua presença em questões da vida diária dentro da prisão.

Stella sofre de um grave problema de saúde crônico, o que torna essencial sua liberação e acompanhamento regular do seu caso por médicos, algo impossível de se realizar no suposto hospital da prisão de Koridallos.

A postura das autoridades judiciais, por meio das repetidas rejeições de seus pedidos de liberação, mostra o caráter vingativo do Estado contra aqueles que lutam, contra todos aqueles que não abaixam suas cabeças e não aceitam a repressão e a miséria imposta pela dominação.

Em nossos tempos, onde as desigualdades de classe se fazem praticamente visíveis, afetando cada vez mais setores sociais, nós projetamos a solidariedade de classe entre os que lutam, a criação de barricadas contra os planos de dominação, e a revolução social como o único caminho para a libertação de nossas vidas.

Pano de solidariedade em Frankfurt:

Enviamos nossa saudação combativa e exigimos a libertação imediata da anarquista Stella Antoniou.

Solidariedade com Alexandros Mitrousias, Kostas Sakkas e Giorgos Karagiannidis, acusados pelo mesmo caso.

traduzido por agência de notícias anarquistas-ana
fonte

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>