Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Frankfurt, Alemanha: Ação directa em solidariedade com a “Lampedusa em Hamburgo”

O ataque foi realizado contra o pogrom racial que levam a cabo as autoridades da cidade de Hamburgo, uma perseguição estatal que afecta principalmente xs refugiadxs que depois de chegarem à ilha de Lampedusa, na Itália meridional, partiram para a Alemanha.

Solidariedade com xs refugiadxs!

Na madrugada de quinta-feira, 17 de Outubro de 2013, atacámos uma sede do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), no bairro Nordent de Frankfurt, destruindo as suas portas e janelas.

Os funcionários do partido, como Olaf Scholz, prefeito da cidade de Hamburgo, são responsáveis ​​pela política contra xs refugiadxs, uma política que exclui e criminaliza as pessoas por causa da sua origem, história ou cor de pele. Sabemos que, no respeitante a estas questões, o SPD de Hamburgo não é diferente do SPD de Frankfurt. Assim, este ataque não só é dirigido contra o SPD de Frankfurt mas contra todo o partido e qualquer um que apoie esta política.

A passagem dxs refugiadxs para a Europa é consequência de uma ordem capitalista mundial que torna impossível que grande parte da humanidade possa levar uma vida auto-determinada. O vôo para os guetos afluentes da Europa parece ser a última oportunidade de se escapar à perseguição e à ameaça do extermínio económico. As élites políticas respondem com leis discriminatórias e a União Europeia com o encerramento militar das fronteiras. Na Alemanha os ressentimentos omnipresentes expressam-se cada vez mais através de uma postura anti-refugiado.

Nós nos rebelamos contra um tal sistema explorador, contra esta política, contra o racismo quotidiano do “centro” da sociedade, e em vez disso promovemos a solidariedade para com os refugiados e a nossa luta contra o Capital, Estado e Nação.

Com esta ação mostramos também solidariedade para com os seres humanos ilegalizados em Hamburgo e em todos os lugares. Apoiamos a reivindicação de um direito de permanência para todxs.

Também enviamos saudações de solidariedade a todxs xs activistas que, em Hamburgo e noutros lugares, estão lutando contra esta política racista.

Nem Fronteiras, Nem Nações!

fonte

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>