Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Besançon, França: Alguns tiros dados na gentrificação

Na madrugada de 26 para 27 de Outubro de 2013, algumas ações contra a gentrificação foram realizadas em Besançon: a festa da noite iniciou-se com a sabotagem de uma máquina de construção do terminal da tranvía (escusado será dizer que o depósito da máquina ficou fora de serviço) a que se seguiram numerosas pichações contra a gentrificação a redecorar as paredes ainda frescas das novas habitações da cidade…

Na rua Luc Breton, em pleno centro da cidade, enquanto caía, desfazendo-se em fanicos, o painel publicitário da “Decaux” da estação VéloCité [serviço de aluguer de bicicletas, cuja gestão pertence ao grupo JCDecaux], o escritório da imobibiliária Eiffage seria atacado à pedrada, deixando um enorme buraco num dos vidros das janelas (infelizmente, rapidamente substituído). Este local da imobiliária Eiffage promove os apartamentos “loft e luxuosos” do complexo do Passages Pasteur, ainda em construção; estes apartamentos para burgueses rodearão no futuro próximo o homónimo centro comercial con parking subterrâneo.

Os agentes da gentrificação, em toda a parte, são vulneráveis; a podridão dos arquitectos, urbanistas e promotores tem direção e nome… (podemos citar e relacionando com o seu próprio projecto, os gabinetes de arquitectos “Chapman & Taylor” para o centro comercial, e para as habitações o “Laffly-Morel” cujo escritório se encontra en Besançon)…

Porque a revolta permanente contra este mundo passa pela destruição das suas infra-estructuras…

Sejamos imprevisíveis e incontroláveis!

fonte

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>