Grécia: Comunicado de presos a partir das prisões de Koridallos

koridalosA 16 de Janeiro de 2015, polícias da unidade antiterrorista EKAM e doutras forças repressivas invadiram as prisões de Koridallos e realizaram registros em celas de vários presos. Devido a isso proibiram-nos de sair ao pátio ao meio dia e permanecemos encerrados todo o dia. Há uns dias atrás, ao meio dia da véspera de Ano Novo, foi ordenada a transferência repentina de presos, inaugurando deste modo a Guantánamo grega das prisões de máxima segurança de Domokos (normalmente não se fazem transferências na véspera de Ano Novo) fazendo o seu sujo jogo pré-eleitoral às nossas costas.

No sábado, 3 de Janeiro de 2015, após outra invasão policial e registro pela EKAM, foram sequestradxs e levadxs ao isolamento, no sótão das prisões femininas das prisões para mulheres de Koridallos, xs nossxs companheirxs de prisão e membros da Conspiração de Células de Fogo, Christos Tsakalos e Gerasimos Tsakalos. Perante estes factos decidimos mobilizarmo-nos: até sábado, 24 de Janeiro de 2015, negamos-nos a voltar às celas após o pátio do meio dia. Esta é uma primeira reação e, se for necessário, nos próximos dias intensificaremos as nossas ações.

Exigimos:

1) A abolição das prisões de tipo C.

2) Que os presos que se encontram agora nas prisões de tipo C de Domokos  sejam transferidos de volta às prisões onde se encontravam antes tal como os nossos companheiros de prisão Christos Tsakalos e Gerasimos Tsakalos que estão atualmente na secção especial de isolamento nas prisões femininas de Koridallos.

3) Durante a nossa mobilização não aceitaremos transferências de presos às prisões de máxima segurança de Domokos. Qualquer intenção de transferência será considerada como um ato de vingança contra a nossa luta e responderemos como se merece.

Até quando permitirão este tipo de ilegalidades a diretora das prisões de Koridallos,  Hara Koutsomihali e xs procuradorxs Nikolaos Poimenidis e Victoria Marsioni? Talvez sejam indiferentes à tortura dos presos ou será esse o seu objetivo? Que cada um/a assuma as suas responsabilidades.

Os presos nos módulos A, B, C, D, E das prisões masculinas de Koridallos e do módulo de isolamento das prisões femininas de Koridallos.