Prisões gregas: Dimitris Koufontinas e Kostas Gournas suspendem a sua greve de fome

O membro condenado da 17N, Dimitris Koufontinas, de 57 anos de idade, suspendeu a sua mobilização a 27 de Março, após 26 dias em greve de fome. A sua breve mensagem:

Após a apresentação do projeto de lei do ministério da justiça no parlamento, através do qual se cumprem as nossas reivindicações básicas, suspendo a greve de fome que estava a realizar desde 2 de Março de 2015.

A luta continua.
Dimitris Koufontinas
Hospital de Lamia
27/3/2015

Por outro lado, o membro condenado da Luta Revolucionária, Kostas Gournas, de 34 anos de idade, suspendeu a sua mobilização a 1 de Abril, após 31 dias em greve de fome. A sua breve mensagem, emitida a partir do hospital de Lamia:

Esgotei as minhas capacidades físicas para manter esta exigente greve de fome de hambre, devido a problemas crónicos de saúde. Creio que o projeto de lei que se apresentou hoje abre o caminho para o cumprimento de algumas das nossas reivindicações constituindo a obtenção do mínimo para parar a greve de fome.

Vitória para a luta dxs presxs políticxs.
Lamia, 1/4/2015
Kostas Gournas
_

No entanto, até ao dia de hoje, 5 de Abril, ainda não se apresentou ao comité competente do parlamento o novo projeto de lei – através do qual o ministério de justiça promete cumprir algumas das reivindicações dxs grevistas de fome – para pôr em marcha o processo de votação, somente foi publicado na página web do parlamento.

FORÇA E RECUPERAÇÃO RÁPIDA PARA KOSTAS GOURNAS E DIMITRIS KOUFONTINAS