Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Nantes, França: Relato da manifestação de 31 de Março

nantes1

Hoje, 31 de Março, ocorreu um nova jornada de mobilização contra as reformas laborais. Por toda a parte, em França, as Faculdades foram bloqueadas, as escolas estavam em greve e várias manifestações terminaram em conflito contra a bófia, como no caso de Toulouse, Marselha, Rennes, Nantes e Paris.

Em Nantes, a manifestação reuniu mais de 30.000 pessoas e, ao longo de todo o desfile, os bancos foram sendo atacados com martelos e extintores, até a Câmara Municipal foi atingida, uma agência da Vinci (os construtores do aeroporto na ZAD de Notre-Dame-des-Landes) foi redesenhada tal como o escritório do Partido Socialista. O hotel de luxo Le Radisson, localizado no interior das muralhas do antigo tribunal penal, é um dos símbolos do estilo de gentrificação em Nantes: a prisão, que foi fundada atrás, foi totalmente esvaziada para deixar espaço limpo para os ricos. Nesta ocasião foi repintada com lotes de extintores, uma piscadela de olho para Georges Courtois, que tomou o tribunal como refém durante o seu julgamento em 1985, juntamente com Abdelkarim Khalki e Patrick Thiolet.

Foram erguidas barricadas em vários locais, estradas foram despavimentadas e todo o dia choveram granadas de gás lacrimogéneo. Vários tiros de LBD 40 (Flashball) foram disparados.

Desemprego, Numerário e Motins!

ACAB!nantes2nantes4nantes3

em inglês l alemão l italiano

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>