Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Santiago, Chile: Atualização do caso PDI (31/01)

Escrevemos esta atualização com as emoções cruzadas – entre a alegria da libertação da nossa companheira Mª Paz e de Naty e a resolução da inquisição judicial de declarar culpados os nossos companheiros Manuel, Felipe e Amaru  (perpetuando apenas o seu sequestro, iniciado há mais de um ano, em Julho de 2015).

Assim, em tribunal:

Natalia: Absolvida de todas as acusações, pode sair da detenção domiciliária em que se encontrava na sua casa.

Mª Paz: Absolvida de todas as acusações. Veio a sair da prisão de San Miguel, em liberdade, horas depois da audiência.

Manuel: Declarado culpado do delito de incêndio em lugar habitado, no grau de FRUSTRADO.

Felipe: Declarado culpado do delito de incêndio em lugar habitado, no grau de FRUSTRADO.

Amaru: Declarado culpado do delito de incêndio em lugar habitado, no grau de FRUSTRADO.

Os nossos companheiros arriscam-se às seguintes penas:

Acusação (ministério público): Solicita 7 anos pelo delito de incêndio em lugar habitado, no grau de frustrado – a isto é subtraído o tempo em “Prisão Preventiva” (18 Meses).

Defesa: Solicita 5 anos pelo delito de incêndio em lugar habitado, no grau de frustrado + benefícios.

Sobre a Concentração:

Para 31 de Janeiro tinha sido convocada uma concentração junto do centro de justiça – diversxs companheirxs convergiram para o local, concentrando-se em frente à inquisição prisional.

Momentos esses em que parentes e advogados saíram para o pátio do centro de justiça – o circo mediático da CNN, CHV, Canal 13 e TVN, juntamente com os fotógrafos da Emol e Copesa, preparavam-se para gravar a concentração e a resposta não se fez esperar – e em que câmaras, suportes e cabos foram cortados, rasgados/ lançados ao ar e polícias, guardas prisionais e jornalistas foram espancados com a raiva desencadeada pelo espectáculo que pretendiam montar, no meio da luta foram agredidos familiares dxs nossxs companheirxs e participantes na concentração.

Mas nos nossos corações permanecem os murros que polícias, jornalistas e guardas prisionais receberam, deixando claro que connosco não se brinca! não estamos ali para os seus espectáculos! escondidos como ratas, atrás de escudos dxs guardas prisionais!

Esta é de resto a importância das concentrações! demonstrando de forma efectiva a solidariedade com xs nossxs companheirxs!

No dia 24 de Fevereiro, às 14:00 hrs, dar-se-á a conhecer a sentença final, lá estaremos com os nossos três amigos/familiares declarados culpados, vamos com a moral em alta e de peito erguido, não deixaremos sós nem as suas famílias, nem as suas companheiras  ou tampouco a eles. Em breve nova atualização!

FELIPE, MANUEL, AMARU EM LIBERDADE JÁ

PRESXS EM GUERRA EM LIBERDADE JÁ!

Mª PAZ E NATALIA UM ABRAÇO ENORME E FIQUEM A SABER QUE JAMAIS ESTARÃO  SÓZINHAS

Célula De Propaganda De Moica Morada

em espanhol

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>