Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

[Prisões turcas] O companheiro Sevket Aslan em greve de fome há mais de 80 dias

SEVKET ASLAN FORÇA!

10.02.18: O anarquista Şevket Aslan, que está preso na prisão tipo T (1) de İzmir, em Aliağa Şakran, encontra-se no 81º dia de greve de fome que ele descreve como uma “greve de fome sem fim e irreversível” até que as suas pretensões sejam atendidas. Şevket tinha já começado outra greve de fome com as mesmas reivindicações no dia 19 de Julho do ano passado e que terminou no seu 53º dia. Como essas reivindicações não foram atendidas, iniciou uma nova greve de fome. A pretensão principal de Şevket é a de que seja reconhecido pelas autoridades da prisão como preso anarquista e ser transferido para outra unidade ou prisão que tenha prisioneiros anarquistas. Se isso não for possível quer ser transferido para uma cela individual.

Şevket está atualmente alojado com outro prisioneiro no que os prisioneiros descrevem como um “caixão” – uma cela projectada para um prisioneiro que contém um beliche. Pouco espaço há para se moverem dentro da cela.

A LISTA COMPLETA DAS DEMANDAS DE SEVKET ASLAN É A SEGUINTE:

1– Ser reconhecido pelas autoridades da prisão como preso anarquista e ser transferido para outra unidade ou prisão que tenha prisioneiros anarquistas. Se isso não for possível quer ser transferido para uma cela individual.

2- Ser capaz de receber livros que não sejam proibidos.

3- Que a prisão pare de “perder” as suas queixas por escrito, apelos e pedidos que envia para instituições oficiais e que lhe dado os números de saída (números de rastreio) respectivos.

4- Terminarem com a regra de remoção de sapatos, exceto para visitas abertas e razões de saúde.

5– Um fim para a situação dos prisioneiros terem de suportar períodos de tempo excessivamente longos enquanto esperam para ver a administração da prisão.

6- Que a prisão lhe permita pintar e também receber materiais de pintura a óleo e ter acesso à oficina de pintura.

N.T:
(1) As prisões tipo T são as prisões mais degradadas da Turquia pois foram implantadas nos grandes centros populacionais em prisões muito antigas, com capacidade para dez vezes menos presos (dados de 2008). Neste momento a situação deve ser desesperada, depois da última grande vaga de detenções políticas às ordens de Erdogan.

em inglês via Insurrection News

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>