Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Prisões suíças: Marco Camenisch em greve da fome desde 30/12

Com um abraço forte e pleno de energia para ele, aqui deixamos o seu comunicado.

Desde o dia 30.12.2013 até a 24.1.2014, no mínimo, conduzo uma greve da fome na prisão de Lenzburg:

Como contribuição à luta geral contra a repressão;

Como luta unida com todas as tendências revolucionárias, para além das suas posições;

No caso específico, contra o assédio e provocações da direção da justiça nazi do campo de trabalho forçado de Lenzburg, com “isolamento” desde o dia 30.12.13 até ao dia 4.1.14, no mínimo, e roubando-me por metade do ano o computador, por ter-me negado a fazer o exame da urina;

Como contribuição na luta contra a guerra de classes conduzida de cima (Fórum Econômico Mundial em Davos de 21 a 24 de janeiro de 2014) e para as lutas de libertação total.

Mais em breve.

Marco Camenisch, Lager Lenzburg, Suíça, 1.1.2014

Atualização

O compa Marco Camenisch encontra-se em greve da fome desde 30 de Dezembro de 2013, dia em que foi metido no “bunker” da prisão de Lenzburg. Estão impedidas todas as visitas durante o período de reclusão no “bunker”.

Em 6 de Janeiro de 2014, Marco informou que saíu da cela disciplinar, anunciando que prolonga a sua greve de fome e também a realização de greve de trabalho (todos os detidos nas prisões suíças são submetidos a trabalho forçado), pelo menos até ao dia 26 de Janeiro.

O compa pode receber e escrever cartas, a direção é a seguinte:

Marco Camenisch
PF 75, 5600 Lenzburg (Suíça)

fontes  switzerland.indymedia i, ii, radioazione i, ii

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>