Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Prisões espanholas: José Antúnez Becerra em greve de fome desde 23/1/2015

José Antúnez Becerra, preso em luta na prisão de Brians 2, na Catalunha (Espanha), com mais de 40 anos de prisão às suas costas, encontra-se em greve de fome desde 23 de Janeiro de 2015. Pôs fim a uma greve de sede adicional que durou 5 dias e continua com o jejum que já ultrapassa os 50 dias neste momento.

Antúnez Becerra é um dos presos mais antigos do estado espanhol e foi uma pessoa lutadora dentro das prisões, formando parte da C.O.P.E.L. (Coordenadora de Presos em Luta) durante a ‘transição’ e, mais recentemente, participando na campanha contra os maus tratos e torturas na prisão ‘Cadeias=Tortura’.

Atualmente está a cumprir uma condenação de 19 anos pela sua participação no motim de Quatre Camins de 2004, no qual foi o acusado máximo, junto com dois presos mais. Com quase 60 anos de idade (cerca de 40 deles na prisão) não tendo data de saída antes de 2029 e o sistema prisional não prevê nem existe nenhuma permissão de saída à vista. Perante esta situação de cadeia perpétua encoberta, Antúnez decidiu levar a sua luta até às últimas consequências.

José Antúnez Becerra, queremos-te livre.

Contra as prisões e o mundo que as gera, a luta continua.

Liberdade para xs presxs em luta.

Chamo-me José Antúnez Becerra e hoje, 6 de Março, estou há 43 dias sem comer. Faço-o não só por mim, porque eu entrei no cárcere porque uns políticos e juízes quiseram dar uma lição e usaram-me para isso. Então quero dizer a todas as pessoas boas que a decisão que tomo, a tomo porque não quero sofrer mais. O meu sofrimento que é contínuo, é insuportável. Por isso tomo esta decisão, para que me deixem morrer dignamente. E sobretudo às pessoas boas e a todos vós: que saibam que se morro ou adoeço isso para mim é uma vitória, porque na melhor das hipóteses se abrirá o caso e esta gente má pagará caro pelo mal que tem feito. Obrigado. Um beijo grande. Um beijo grande para todxs.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>