Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Prisões gregas: O anarquista Nikos Maziotis suspende a sua greve de fome

A SOLIDARIEDADE É A NOSSA ARMA

No dia 5 de Abril de 2015 o anarquista Nikos Maziotis anunciou que suspendia a sua greve de fome. Segue-se a tradução parcial do seu comunicado, através do qual explica os seus motivos e faz uma primeira avaliação desta luta:

Após 35 dias de luta finalizo a greve de fome que eu tinha começado a 2 de Março, juntamente com outros companheiros. Não tomei esta decisão porque tenha chegado aos limites das minhas forças mas sim porque creio que, dadas as atualizações relacionadas com as demandas, esta luta terminou o seu ciclo e esgotou o seu potencial, tomando em consideração também as ações solidárias que se realizaram. Optei por suspender a greve de fome agora, com a apresentação do projeto de lei, não a seguindo até à sua votação, que se realizará pelo menos ao fim de 10 dias, após as festas da Páscoa, permanecendo no entanto bastante cauteloso com as possíveis modificações que supostamente apresentaria o ministério, relacionadas com a lei da capucha ou o material genético. Porque o governo demonstrou já o pouco confiável que é no cumprimento dos seus anúncios.

Participei na greve de fome com o braço lesionado devido aos ferimentos que sofri durante a minha detenção e a sua reabilitação necessitará bastante tempo, talvez meses ou inclusivé mais de um ano. As reivindicações que apoiei juntamente com outros compas presos têm características claramente políticas, pois apontam ao núcleo “antiterrorista” e repressivo do Estado. Desde o início, não tive a ilusão de que todas as demandas eram “realistas” para se obterem, como a abolição da lei antiterrorista 187A e da lei pelas organizações ilícitas 187, mas que deveriam ser postas por razões políticas. […]

Não vou falar em termos de vitória ou derrota. A luta dos presos políticos, independentemente do seu resultado, tem um grande valor e importância. É a primeira greve de fome de presos políticos, e como já afirmei noutras ocasiões, supera inclusive o contexto reivindicativo posto. É a única mobilização política combativa que o governo de SYRIZA enfrentou. Esta luta dissipou as ilusões em relação à máscara esquerdista do Poder, a muleta esquerdista do capitalismo, a administração esquerdista da crise. Este é o grande legado político que deixa à história e neste sentido saímos definitivamente ganhadores.

Nikos Maziotis, membro da Luta Revolucionária
Prisões de Domokos

FORÇA E RECUPERAÇÃO RÁPIDA PARA NIKOS MAZIOTIS

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>