Estado espanhol: Prorrogada a prisão preventiva de Mónica e Francisco

frontlineNa terça-feira, 27 de Outubro, ocorreu o vis-à-vis onde iria ser decidido se prorrogavam a prisão preventiva a Mónica e Francisco ou se, pelo contrário, os punham em liberdade à espera de julgamento. No final, a prisão preventiva foi prorrogada.

Apesar da legislação espanhola contemplar os dois anos como período máximo em que uma pessoa pode permanecer em prisão preventiva, o Estado tem a possibilidade de a alargar (argumentando com algum tipo de excepcionalidade no caso) durante dois anos mais, e já o fez.

Há dois anos, a 13 de Novembro de 2013. foram detidxs juntamente com mais três pçessoas, em relação às quais o caso ficou arquivado. Mónica e Francisco estão à espera de julgamento, acusadxs de pertencer a organização terrorista, de estragos e de conspiração.

No mesmo dia em que saíu esta resolução, detêm 9 pessoas num novo golpe ao anarquismo, em Barcelona e Manresa, com dez buscas em várias casas e locais. Perante isto só nos resta encaixar os golpes e seguir para a frente, demonstrando-lhe que não estamos sós e que não conseguirão parar-nos.

PODERÃO NOS DETER, MAS NÃO NOS PARAR.

LIBERDADE ANARQUISTAS PRESXS!

SOLIDARIEDADE COM OS DETIDOS!

QUEREMOS XS NOSSXS COMPANHEIRXS NA RUA, JÁ!

espanhol