Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Prisões de Korydallos, Atenas: Resumo das sentenças relativas ao recurso interposto no julgamento por tentativa de evasão da CCF

HammerHand A 8 de Julho de 2016, o tribunal da prisão de Korydallos – presidido pela juíza especial Asimina Yfanti – condenou todxs xs membros da organização revolucionária anarquista Conspiração das Células de Fogo, acusadxs de terem colocado um dispositivo explosivo na seção de finanças de Korydallos; do envio de um pacote-bomba para a esquadra de polícia em Itea (em retaliação pelo assassinato do preso Ilir Kareli às mãos dos guardas prisionais); do envio de uma carta-bomba para a casa de Dimitris Mokkas (juiz especial do tribunal de apelação contra o terrorismo); de terem planeado uma fuga armada da  prisão de Korydallos (apelidada de “projeto Gorgopotamos”); de posse de armas de fogo, explosivos e lança chamas anti-tanque com o objetivo de “perturbar a vida social, económica e política do país”. Em relação às acusações aqui contidas, também foram consideradxs culpadxs de “direcção de uma organização terrorista” e incitação (“instigação moral”) a quatro tentativas de homicídio.

Durante a leitura da sentença houve uma forte presença de companheirxs em solidariedade com xs anarquistas e individualidadxs dignxs co-acusadxs no processo para o caso da evasão da CCF. Houve também forte presença policial (incluíndo um esquadrão anti-motim).

Membrxs da CCF:

Xs dez prisioneirxs anarquistas da CCF Gerasimos Tsakalos, Christos Tsakalos, Giorgos Polidoros, Olga Ekonomidou, Theofilos Mavropoulos, Panagiotis Argirou, Giorgos Nikolopoulos, Michalis Nikolopoulos, Damiano Bolano, Haris Hadjimihelakis foram condenadxs a 115 anos de prisão cada um/a.

Companheira Angeliki Spyropoulou:

A prisioneira anarquista Angeliki Spyropoulou foi condenada a 28 anos de prisão.

Familiares de membros da CCF:

Athena Tsakalou (a mãe dos membros da CCF Gerasimos Tsakalos e Christos Tsakalos) e Evi Statiri (companheira sentimental de Gerasimos Tsakalos) não foram consideradas culpadas por uma opinião de maioria (veredicto não unânime).

No entanto Christos Polidoros (irmão do membro da CCF Giorgos Polidoros) foi condenado por “pertença à organização terrorista Conspiração das Células de Fogo” tendo recebido uma condenação a seis anos de prisão condicional.

Outras condenações & um par de absolvições

Christos Rodopoulos (apelidado de “Iasonas” pelas autoridades), o qual negou todas as acusações, foi condenado a 75 anos de prisão.

Quatro outros acusados foram sentenciados por suposta participação na organização e condenados a 27-28 anos de prisão cada.

Fabio Dusko foi condenado a 8 anos de prisão.

Quatro outros acusados foram absolvidos da participação na organização, mas receberam uma pena suspensa de 6 anos,

Dois outros réus foram considerados culpados de delitos leves.

em inglês l alemão l italiano

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>