México: Actualização sobre a jornada de luta na prisão (8º dia)

greek-prison
Enviado a 5/10 pela CNA México:

A 28 de Setembro iniciou-se uma jornada de luta e resistência na prisão, coordenada a partir de vários centros de reclusão. Esta jornada que inclui greve de fome, jejum e desobediência prisional tem como objetivo o protesto contra a sentença de 33 anos e 5 meses que foi ditada recentemente a Luis Fernando Sotelo, assim como a solidariedade com a greve nacional de presxs que desde 9 de Setembro se está a desenrolar em várias prisões nos EUA. É um grito de guerra que surge das entranhas da besta penitenciária, convidando-nos a ampliar a revolta, a atacar não só os muros do sistema prisional mas também a sociedade prisional no seu conjunto.

Fernando Bárcenas e Abraham Cortés foram segregados do resto da população do resto da população do Reclusório Norte. Luis Fernando Sotelo tem sido asssediado pelo pessoal do Reclusório Sul e pessoal da  Comissão de Direitos Humanos da Cidade do México para que quebre a greve de fome. Os três têm perdido peso e apresentam sinais de cansaço, tonturas ligeiras, dores e cólicas.

Miguel Peralta permaneceu em jejum de 28 de Setembro a 2 de Outubro na prisão penal de Cuicatlán, em Oaxaca, tendo também sido constantemente pressionado pelos internos para que coma.

A luta coordenada no interior da prisão mantém-se firme e forte, combatendo diretamente o sistema prisional.

Solidariedade com a greve de fome de Fernando, Abraham e Luis Fernando!

Solidariedade com Miguel Peralta!

Liberdade a todxs!

em espanhol l grego