Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Okupa Patission 61 & Skaramaga: Apelo aos imigrantes, contra os pogrons fascistas em Atenas

Folheto produzido pela Okupa patission 61 & skaramanga – contra os pogrons fascistas efetuados em Atenas nos últimos meses – contendo apelo aos imigrantes para que se organizem e resistam, criando coletivos de luta, em conjunto com os anarquistas – em Persa (farsi),  Paquistanês (urdu), Árabe, Grego, Inglês, Francês.

Contra os pogrons dos fascistas

É inadmissível ser forçado a deixar o seu país para acabar por perseguido aos tiros nas fronteiras com racismo, ser forçado a viver em caves miseráveis para ter os piores postos de trabalho por salários humilhantes e ser obrigado a ficar longas horas em filas para obter, por fim, um cartão de residência, de ser aprisionado em centros de “acolhimento” ou em campos de concentração.

E como se tudo isto não bastasse, um assassinato brutal é usado como pretexto para grupos racistas (como o Chrisi Avgi), que com a ajuda inegável da polícia, te perseguem nas ruas com navalhas, te obrigam a sair dos autocarros, invadem a tua loja ou a tua casa, te batem e te apunhalam até à morte. Só porque alguns assassinos poderiam falar a mesma língua que tu. Basta!

Os imigrantes desta cidade não estão sozinhos. Estamos aqui também e sabemos bem que a guerra que está a ser levada à prática pelos racistas e pela polícia nesta zona, é o reverso dessa guerra financeira e militar que já viveste no teu país. Estamos aqui também e sabemos bem que o racismo, que suportas diariamente, se tem desenvolvido porque desejam que sejas apenas uma mão de obra barata, por isso pretendem que sejas encarado como uma ameaça permanente à coesão social e que sejas separado e afastado de todos nós.

Todos nós acreditamos que, enquanto as fronteiras, as nações, os sexos e as religiões nos separarem, continuaremos impotentes e a ser um alvo fácil para quem decidir nos atacar e nos expulsar. Podemos trabalhar juntos para criar as nossas comunidades de luta por uma vida melhor, para resistir e nos defendermos dos racistas e da polícia. Combatamos contra o medo e a brutalidade com gentileza e solidariedade, antes que os poderes do capital, do ódio e do racismo nos devorem a todos e a cada  um.

Solidariedade entre os oprimidos

fonte: squat patission 61 & skaramaga


N.T. A palavra “Pogrons”, de origem russa, começou por ser usada para denominar atos em massa de violência espontânea, ou premeditada, contra diversas minorias étnicas da Europa. Atualmente, o termo tem vindo a ser generalizado a qualquer país e em relação a qualquer minoria, sendo aplicável aqui em relação a perseguições racistas e xenófobas, por parte de bandos nazis, sobre pessoas oriundas do Afeganistão, Bangladesh e de outros países limítrofes, imigrantes em geral, na Grécia – onde, por vezes, também se verifics a existência de pogrons contra os anarquistas, por parte da polícia, sendo então chamado de pogrom. Se for em relação a imigrantes, por parte da extrema-direita, chamam-se pogrons fascistas.

No comments yet to Okupa Patission 61 & Skaramaga: Apelo aos imigrantes, contra os pogrons fascistas em Atenas

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>