Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

[Prisões mexicanas] Carta pública do compa Fernando Bárcenas (16/7/2017)


CARTA PÚBLICA DO COMPANHEIRO FERNANDO BÁRCENAS

16 de Julho de 2017, a partir do Reclusorio Norte (Prisão Norte da Cidade do México)

Primeiro quero começar por sublinhar que a minha situação nos últimos meses tem vindo a tornar-se cada vez mais complicada – mais concretamente desde que fui condenado à zona 7 do C.O.C. da prisão (Centro de Observação e Classificação) – como castigo e repressão das ações de protesto e organização que tenho vindo a levar a cabo na prisão, juntamente com outros companheiros.

Desde esse momento, 28 de Setembro de 2016, tenho-me encontrado imerso numa dinâmica de vida asfixiante numa zona de castigo onde crescem os conflitos – após 9 meses de segregação por motivos de segurança institucional, devido às minhas ideias e à minha forma de ser e actuar – identificando isso como uma forma de violência da instituição contra mim, pois ao não ser possível me agredirem frontalmente através do seu pessoal, agora utilizam os presos para me intimidar e me agredir, uma táctica muito comum na prisão; esta situação já provocou vários confrontos na área onde me encontro, pelo que faço responsável a instituição e os encarregados de a administrar por qualquer coisa que suceda à minha integridade física e psicológica visto serem os responsáveis de me manterem nesta situação.

Fernando Bárcenas

Desde sexta-feira, 14 de Julho que Fernando Bárcenas se encontra em encerramento total na sua cela, por ordem da instituição, enquanto o assédio e a violência contra ele por parte de alguns reclusos afins à administração tem vindo a aumentar, pelo que é feita uma chamada urgente para se exigir que seja retirado da zona de castigo – pelo risco iminente que representa para a sua vida, bem como para que o companheiro sinta a nossa solidariedade de várias maneiras. Por favor difundir esta informação.

Aqui estão os dados da prisão (morada, telefones e nome do director) para quem deseje ligar, mandar faxes ou visitar o centro:

Reclusorio Preventivo Varonil Norte: Calle Jaime Nuno no. 155, Colonia Guadalupe Chalma, Cuautepec  Barrio Bajo, C.P. 07210, Gustavo A. Madero, Ciudad de México, Teléfonos: 5306 4540 / 5306 2540. Director: Enrique Serrano Flores

Nota dxs tradutorxs:
Fernando Bárcenas Castillo é um jovem anarquista [estudante e músico, trabalhador de uma fábrica de móveis] de 21 anos – com 18 anos de idade quando foi detido a 13 de Dezembro de 2013, na sequência dos protestos contra o aumento do preço dos bilhetes de metro na Cidade do México. Desde então em prisão preventiva, acusado de queimar a árvore de Natal da empresa Coca-Cola. Encontra-se novamente numa zona de segregação, desde Setembro de 2016, como resposta da instituição prisional à sua última greve de fome. Foi condenado a 5 anos e nove meses de prisão e ao pagamento de uma multa de cerca de 35,550 pesos (€ 1755) em Junho de 2017.

em espanhol l francês

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>