Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Berlim: Polícia ataca Rigaer94 e Kadterschmiede

Um ano após o desalojo da casa-projeto Liebig14, a polícia atacou no sábado à noite passado nosso projeto Rigaer94 e o bar okupado Kadterschmiede.

Em 28 de janeiro houve uma manifestação contra o “Congresso da polícia” e a “Conferência de operações urbanas”. À noite houve uma festa de solidariedade em relação à mani em Kadterschmiede, bar localizado no porão de Rigaer94. Mesmo antes de começar a festa, nos arredores se percebia uma grande presença policial. Logo começam os usuais conflitos nas portas da casa com a polícia. Como de costume, tentaram ter acesso ao nosso pátio para causar problemas. No início, foram contidos no exterior, enquanto algumas pessoas mantiveram as portas principais bloqueadas. Mas desta vez decidiram buscar métodos mais eficazes para entrar, como pulando os muros da casa ao lado ou através do porão que se conecta a outra casa. Ao chegar às entradas do bar e da casa, arrebentaram as duas portas, mas não puderam passar porque ali estavam reforçadas com barricadas que os impediu novamente. Enquanto isso, seguiam atacando através das janelas com gás lacrimogêneo e de pimenta, assim como esvaziando alguns extintores nas escadas em frente ao bar.

Algumas pessoas chegaram perto de sufocar, de modo que várias janelas tiveram de ser quebradas para se poder respirar.

Posteriormente, a polícia correu através dos porões para Kadterschmiede, abrindo as barricadas pelo interior. Agrediram e dominaram as primeiras pessoas que encontraram, sendo algumas delas atiradas pela escada. Depois também invadiram dois dos andares do Rigaer94, onde cercaram e prenderam a maioria das pessoas que estava ali. Alguns deles tiveram que esperar fora da casa por muito tempo, antes de ser transportado para a delegacia. No momento em que estiveram na casa, aproximadamente 5 horas, arrebentaram algumas portas e janelas e causaram vários danos. A polícia não permitiu o acesso aos advogados e mantiveram a maioria da imprensa longe da cena.

Durante todo o caos, houve vários atos de apoio de muitas pessoas e em lugares diferentes. Algumas das festividades daquela noite em Berlim foram paradas e foram feitas mobilizações para defender Kadterschmiede e Rigaer94. Muitos grupos de pessoas foram à área provocando confrontos com a polícia, quebrando agências bancárias e acendendo fogueiras.

Supõe-se que esta agressão pela polícia foi perfeitamente calculada de forma antecipada, não só pelo fato de estarem posicionados antes do início do evento, mas também pela facilidade com que atravessaram as barreiras entre os porões, indo diretamente para o espaço central do local. Agiram de forma bem mais estúpida, já que poderiam ter causado muitos problemas mais, uma vez lá dentro. Havia mais de oito anos sem a polícia entrar na casa.
Entretanto, foi reconfortante toda a solidariedade e apoio oferecidos. Muito obrigado para aqueles que tomaram as ruas, que aguardavam em frente à delegacia com uma sopa quente e palavras acolhedoras e àqueles que trabalharam na casa reparando os danos causados e desinfetando a sujeira da polícia. Fazemos um chamado a todos a se rebelar contra a repressão e a lutar contra o capitalismo.

Pela autogestão e a defesa dos espaços livres.
Defendamos Rigaer94!

fonte: rigaer94 —agência de notícias anarquistas-ana

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>