Berlim: Ataque incendiário ao veículo de um diplomata grego

Brand-Diplomatenfahrzeug

Não exigimos nada menos que a destruição da besta que mantém o sistema a funcionar.

Os democratas governantes atacam com toda a sua crueldade. Durante a crise mostram a verdadeira cara. Uma cara que está plena de satisfação quando humilha, tortura, encarcera e assassina pessoas. Uma cara que sorri alegremente perante as câmaras do mundo, enquanto que na esquina ao lado milhares e milhares de polícias gaseiam e espancam toda a resistência.

No entanto, isto não é suficiente para elxs. Assim que xs cães de fila do sistema consigam quebrar a resistência nas ruas, a seguir procurarão acabar com a resistência que ainda possa existir dentro das prisões e isolar por completo xs presxs. O Poder está a usar o atual medo da maioria silenciada para se vingar daquelxs que, em Dezembro de 2008, incendiaram toda a Grécia. Os grupos de guerrilha que emergiram da revolta cortaram o alento aos excelentes senhores de Bruxelas. A sua resposta foi rápida e potente. Para além da Troika, enviaram também a Atenas a bandidagem dxs especialistas antiterroristas para vencer uma vez e para sempre o espírito guerrilheiro. Foi assim que as novas sessões de entretenimento para xs polícias deram um resultado imediato. Xs cães, que no princípio eram somente capazes de ir para a bola, pronta e abertamente adoptaram o quadro ideológico a que se chama fascismo. Uma co-existência harmoniosa, onde xs avarxs democratas famintxs de Poder se ajoelharam aos pés dxs valentões fascistas. A introdução das prisões de tipo C é somente um passo mais no processo da aniquilação total de todxs aquelxs que se cansaram de se ver oprimidxs.

Não queremos ser espetadorxs passivxs destes acontecimentos, como fazem muitxs que já deixaram de lutar. Portanto, decidimos fazer uma visita a um dos seus lacaios, no calmo distrito de Wilmersdorf, em Berlim.

Enviamos a nossa solidariedade a todxs os grevistas de fome nas prisões gregas.

Recordamos também o assassinato de Ilir Kareli, que foi executado pelos assassinos que se chamam guardiões da prisão.

Nesta guerra, perdido é quem vá para casa. Nenhum retrocesso, nenhum adiamento.”
Conspiração de Células de Fogo/Fração de Nihilistas (2009)

Subversivxs da praxis nihilista