Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Montevideu: Mural em memória de Nelson Tourelles, assassinado pela polícia

a3

b2

  Passados 4 anos da morte de Nelson às mãos da polícia na esquadra 15  – NÂO CALAMOS NEM ESQUEMOS POLÍCIA ASSASSINA

A 20 de Dezembro de 2009  Nelson Tourelles foi assassinado na esquadra 15. Tinha 34 anos, um filho de 9 anos e uma filha de 14. A polícia tentou encobrir-se com todos os enganos possíveis, dizendo que morreu no hospital, mas Nelson tinha morrido na esquadra por causa da pancada recebida. Sofria ataques de pânico e tinha sido detido por pedir ajuda. Ainda que alguns vizinhos tenham tentado explicar a situação aos polícias enquanto o algemavam, estes não se importaram com isso.

Não são necessários mais detalhes e qualquer pessoa pode imaginar as mentiras e os encobrimentos. Quiseram calar todxs com a desculpa de que foi um acidente ou um erro mas o único erro é a sua existência, a existência de pessoas para defender a ordem – baseada na exploração de uns sobre outros – sendo-lhes dada uma arma e mandando-as para a rua.

Fonte: periódico anarquía

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>