Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Espanha: Atualização da informação sobre repressão de anarquistas

Podem nos deter mas não nos parar Solidariedade e luta Liberdade imediata para Mónica e Francisco LIBERDADE AOS/ÀS ANARQUISTAS PRESXS

Podem nos deter mas não nos parar / Solidariedade e luta / Liberdade imediata para Mónica e Francisco/ LIBERDADE AOS/ÀS ANARQUISTAS PRESXS

O último capítulo da repressão contra anarquistas, no Estado espanhol, dá pelo nome de Operação ICE. Na madrugada de 4 de Novembro de 2015 eram detidxs, nas suas casas, cinco companheirxs pertencentes ao colectivo Straight Edge Madrid – sob a acusação de organização terrorista. Dois dias depois passaram à disposição da Audiência Nacional, o tribunal de excepção espanhol – juntando-se aquelxs uma sexta pessoa que se encontrava a viajar quando a operação foi levada a cabo. Quatro dxs companheirxs foram postos em liberdade sob fianças que ascendiam a 20.000 euros. Declararam prisão preventiva para os outros dois. A 18 de Novembro – dois dias depois de ter saído também em liberdade a última pessoa que continuava em prisão preventiva referente à Operação Pandora II – abandonou a prisão um dos dois companheiros restantes, sob outra fiança de 8.000 euros, continuando o outro, até ao presente, sequestrado pelo Estado.

Para além deste companheiro outras duas pessoas continuam em prisão preventiva – xs companheirxs Mónica e Francisco, comfinadxs desde Novembro de 2013  – tendo sido ampliado para elxs o máximo de dois anos em prisão sem julgamento, segundo a legislação espanhola,

Desde finais de 2013, passaram já pela Audiência Nacional mais de 40 companheirxs anarquistas sob a acusação de terrorismo (Operações Columna, Pandora, Piñata, Pandora II, ICE) – tendo estado, várixs delxs, semanas ou meses na prisão, à espera de julgamento; a isto teremos de somar as fianças que se tiveram de pagar para muitos dos casos – para se conseguir que esperem fora da prisão o julgamento – e xs três compas que continuam na prisão.

Juan Manuel Bustamante Vergara
Centro Penitenciário Madrid IV, Navalcarnero.
Ctra. N-V, km. 27.7,
28600 Navalcarnero, Madrid, España – Espanha

Mónica Andrea Caballero Sepúlveda
Francisco Javier Solar Domínguez
C.P Villabona-Asturias
Finca Tabladiello s/n
33422 Villabona-Llanera
(Asturias) España – Espanha

Animamos-vos a escrever aos/às companheirxs e mostrar solidariedade da maneira que cada um/a entender. Continuem atentxs às atualizações e convocatórias.

Mais info em: efectopandora.wordpress.com   claudicarnuncarendirsejamas.noblogs.org

em espanhol 1 2

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>