Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Chile: Atualização do caso PDI

23ER

A liberdade é o crime que perseguem (18 de Agosto) – Liberdade para xs chavalxs Manuel, Amaru, Felipe, Natália, Maria Paz

“Implícitas à estrutura social as jaulas fornecem ao Estado a legitimidade do castigador, querendo este ser regulador das relações antagónicas – a partir das quais a incutida moral dos cidadãos define o modo de atuar dos indivíduos na base dos interesses do poder – nas quais quem transgride essas normas e/ou se posicione em confronto com qualquer forma de poder/domínio e/ou autoridade cairá nas suas goelas”
Palavras de Natalia Alvarado, Nataly Casanova e Mª Paz, quando se completavam 5 anos após o assassinato de 81 chavalxs numa prisão do Estado Chileno (San Miguel)

A 18 de Agosto, no infame centro de justiça de Santiago, realizou-se uma nova jornada de preparação do julgamento oral do denominado Caso PDI” em que a acusação procurava apresentar novas provas no sentido de se ampliar a gama de “provas incriminatórias” com o fim de perpetuar o sequestro dxs nossxs companheirxs; numa reviravolta inesperada para a acusação muita provas foram rejeitadas, por diferentes motivos, tendo como consequência que se pedisse o adiamento do fim da preparação do julgamento oral para 22 de Agosto – com o objetivo de revisar/entregar novos elementos de prova.

A dia 22 de Agosto, concretizou-se, de facto, uma nova audiência de preparação do julgamento oral – sendo já a última deste tipo – e onde se fixou a acusação final que de uma forma detalhada é:

– homicídio frustrado, pedindo-se 15 anos.
– Posse de dispositivo incendiário, pedindo-se 5 anos.
– Premeditação, pedindo-se 3 anos.

O que soma 23 anos de sequestro para cada um/uma dxs nossxs companheirxs.

Na iminência da execução do julgamento oral, a chamada será sempre para se multiplicarem as ações solidárias pelxs presxs anárquicos que enfrentam a miséria desta vida!

LIBERDADE IMEDIATA PARA MANUEL, MARIA PAZ, NATÁLIA, AMARU, FELIPE!

Panfleto distribuído no dia 3 de Setembro de 2016 - Solidariedade ativa e insurreta com xs presxs da guerra social - Liberdade imediata para Amaru, Natália, Felipe, Maria Paz, Manuel

Panfleto distribuído no dia 3 de Setembro de 2016 – Solidariedade ativa e insurreta com xs presxs da guerra social – Liberdade imediata para Amaru, Natália, Felipe, Maria Paz, Manuel

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>