Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Atenas, Grécia: Relato do julgamento e sentença do companheiro anarquista Marios Seisidis

O anarquista Marios Seisidis foi absolvido de seis dos assaltos de que tinha sido acusado, mas foi declarado culpado do assalto bancário na rua Solonos e de três acusações consecutivas de “tentativa de homicídio” (relativas ao guarda do banco e dois agentes da polícia).

O companheiro foi condenado a 36 anos de prisão, no total. O tribunal não aceitou o pedido do advogado de defesa para se obter uma suspensão da pena até ao julgamento em segunda instância nem aceitou qualquer circunstância atenuante. Mais uma vez as táticas vingativas do sistema judicial contra Marios Seisidis foram mais do que óbvias.

Foi encorajador que companheirxs estivessem presentes em grande número na sala de tribunal, onde se protestou da decisão do tribunal com palavras de ordem contra os juízes.


O que é um crime de assalto a banco comparado com o crime de o terem fundado.
Bertolt Brecht

Os bancos são armas de destruição massiva, todos aqueles que tenham essa função são terroristas no verdadeiro sentido do termo. Pela sabotagem do existente por todxs xs que não receiam rejeitar a segurança a que nos condenam e de se aventurar no desconhecido.
Anarquistas em Londres

Via 325 em inglês

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>