Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Bolívia: Por Santiago Maldonado

Cushamen, Província de Chubut

A partir de algum lugar da Bolívia,
12/08/17

A 1 de Agosto de 2017 a Gendarmeria da Argentina reprimiu a Comunidade Mapuche Pu Lof em Resistência, no departamento de Cushamen, Província de Chubut do Território dominado pelo estado argentino – a qual pertence ao povo mapuche, que continua, tal como tantos outros povos de todo o mundo, a lutar por conservar o seu território avassalado há mais de 5 séculos, antes pela colónia, agora pelos estados.

Desde esse dia que Santiago Maldonado (lechuga) se encontra desaparecido, desde esse dia que a nossa impotência pela distância cresce dia a dia, a nossa raiva, o nosso ódio a cada bastião autoritário perpetuado pelos estados é infinito – desde esse dia que muitxs de nós têm um nó na garganta ao desconhecer o seu paradeiro, desde esse dia (que como muitos outros dias da nossa vida é cinzento) que vamos afiando as nossas vidas, vamos conspirando, vamos nos encontrando, onde quer que estejamos, e vamos também enviando o nosso pequeno grande grão de areia, o nosso gesto solidário e os nossos desejos mais formosos, a nossa força e raiva. até todxs vocês.

A 27 de Junho de 2017, o Lonko Facundo Jones Hualaé foi detido, após ter participado na cerimónia do Wiñoy tripantu. Transferido para Bariloche, logo a seguir passa para a unidade penal número 14 de Esquel. Facundo encontra-se em greve de fome desde 31 de Julho, sequestrado pelo Estado Argentino e reclamado pelo Estado Chileno – ambos os estados encontram-se em constante colaboração no que toca a combater não só a luta do povo mapuche como também cada foco de rebelião e de ataque, veja-se o caso dxs companheirxs Freddy, Marcelo e Juan, em 2008.

Puna Jujeña

Hipócritamente, a 1 de Agosto, o presidente argentino encontrava-se em Jujuy, realizando asquerosamente a cerimónia da pachamama, espectáculo circense e um insulto ao povo kolla, o qual luta contra as empresas mineiras que avançam em puna jujeña [terras altas na cordilheira dos Andes, a norte]. Festejando o dia da pachamama [a terra como símbolo de fecundidade] num entorno onde o cimento cada vez avança mais, onde ser vendedor ambulante é um delito, onde um formoso rio será transformado num parque frio.

Mas não culpamos só o governo de turno, já que para nós todo o estado é terrorista!!!

Todo o estado é terrorista, seja este de esquerda ou direita, qualquer estado quer a destruição da natureza selvagem, todos eles adoram o progresso.

E porque tampouco esquecemos!!!

A Julio Lopez, a Luciano Arruga, Pablo Moreno, Luciano Gonzalesi e a tantxs outrxs desaparecidxs, torturadxs e assassinadxs em delegacias de polícia e prisões, vilas, campos, aldeias remotas etc… muitxs delxs anónimxs, caídos nas mãos do estado argentino nas últimas décadas.

T.I.P.N.I.S

E daqui, neste território dominado pelo estado Boliviano – o qual acaba de aprovar uma lei que retira a intangibilidade [que não pode ser adulterado] ao T.I.P.N.I.S. (Território indígena Parque Nacional Isiboro Secure). Com esta retirada, pretende-se construir uma estrada, que partirá em duas partes uma reserva natural – neste estado indígena que idolatra a civilização que planeia a construção de uma represa hidroeléctrica na sua Amazónia, que planeia a construção de uma central nuclear nas terras altas, que planeia construir uma petroleira em Boquerón, que saqueia, desfloresta, maltrata, contamina a natureza selvagem – saíremos às ruas para deixar a nossa mensagem em apoio.

PELA DESTRUIÇÃO DA SOCIEDADE CARCERÁRIA!!
APARIÇÃO COM VIDA DE SANTIAGO MALDONADO
LIBERDADE A FACUNDO JONES HUALA
LIBERDADE AOS/ÀS COMPANHEIRXS SEQUESTRADXS PELOS ESTADOS

FORÇA À LUTA MAPUCHE
FORÇA A CADA ATAQUE ANTI-CIVILIZAÇÃO, EM DEFESA DA TERRA
FORÇA E ÂNIMO PARA CADA AÇÃO REIVINDICADORA
NATUREZA LIVRE E SELVAGEM!
VIVA A ANARQUIA!

em espanhol

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>