Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

[Prisões Chilenas] Palavras do companheiro Marcelo Villarroel Sepúlveda

No marco da jornada anárquika kontra a IIRSA, algumas palavras do compa preso Marcelo Villarroel

SAÚDANDO AS INICIATIVAS DE RESISTÊNCIA ATIVA FRENTE À DEVASTAÇÃO DA TERRA.
CHAMANDO À KONSCIÊNCIA E AÇÃO SUBVERSIVA KONTRA A EXPLORAÇÃO DO PLANETA PELA DOMINAÇÃO KAPITALISTA MUNDIAL

A terra chora, a vida klama, os burgueses gozam e nós, onde?

Talvez consigamos rekonhecer esta altura como uma das mais komplexas, altura onde as diferentes formas de vida enfrentam um momento krucial para a sua sobrevivência.

Os duros dados da sua ciência e da sua akademia isso indicam, assim komo o indica a palavra ancestral de povoados e komunidades ke se relacionaram de forma harmoniosa kom tudo o que nos rodeia.

Uma vez mais é a visão de progresso ocidental kapitalista que se adjudica a responsabilidade de destruir tudo por onde passa com a finalidade de encher as suas arcas e bolsos das suas vidas de ostentação, para aprofundar o kontrolo do komplexo militar industrial que (de)sangra e kontrola grande parte do planeta.

Assim foi kom os grandes impérios através dos séculos, massacraram tudo por onde passaram.

Subjugando, submetendo, explorando, eskravizando… impondo kredos, fronteiras, bandeiras e repartindo o mundo.

Hoje, nos territórios que habitamos, enfrentamos a Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul americana I.I.R.S.A. que sob o eufemismo de “forúm de diálogo […] que visa promover o desenvolvimento da infraestrutura sob uma visão regional, na mira da integração física dos países da América do Sul “ há mais de 10 anos, que tem vindo a modificar e impaktar directamente sob as nossas vidas, sem que consigamos dimensionar o que isso signifika.

Das selvas aos oceanos, kordilheiras, boskes, desertos e patagónia… gás, petróleo, minerais… todos os chamados “rekursos naturais” ao serviço das grandes multinacionais que deskansam nos 12 países fantoche que integram o dito projecto em kurso.

O domínio reorganiza-se e afina os seus mecanismos de controlo e expansão. O fluxo de mercadoria e ganância dos lucros a isso obrigam.

Assim mesmo, as Resistências multiplicam-se ainda que não kom a beligerância e contundência que gostaríamos, mas estão vivas e em koneção com o grito ancestral que nos guia em direcção à Libertação Total.

Na prisão mantemos sempre a mirada atenta nas dignas prátikas de Resistência Ofensiva kontra o kapital.

Saudamos kom toda a fraternidade insurrekta todxs xs irmãs e irmãos, kompanheirxs e afins de diferentes latitudes, xs que são capazes de dar passos de hostilidade manifesta a todas e cada uma das expressões do Estado-Kárcel-Kapital.

Abraçando a kada kompa dignx atrás das grades… Sem esquecer a recente golpaça a Sol, a brutalidade yanakona dos carcereiros na kolina 2… o julgamento de Juan, Nataly e Enrique… a condenação no “caso PDI” … a Joaquín… Sempre kon Fráncisko, Monika e kom todxs xs que não se acomodam nem se arrependem.

PELA MULTIPLIKAÇÃO DA AÇÃO AUTÓNOMA ANTIKAPITALISTA!!

PELA EXPANSÃO DA RESISTÊNCIA OFENSIVA KONTRA O PODER!!

SOLIDARIEDADE E FRATERNIDADE INTERNACIONAL PELA DEMOLIÇÃO DAS PRISÕES!!

ENQUANTO EXISTIR MISÉRIA HAVERÁ REBELIÃO!!

Marcelo Villarroel Sepúlveda
Prisioneiro Libertário
Prisão de Alta Segurança
Santiago/Chile
12 de Fevereiro de 2017.

Kom Severino e Paulino sempre na memória.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>