Convocatória-Debate acerca dos anarquistas chilenos em greve de fome desde 21 de Fevereiro de 2011

Em 14 de Agosto de 2010, uma mega operação policial é levada a cabo no Chile, com invasão e rusgas em várias squats e casas em Santiago do Chile assim como noutras  partes do país.

Foram detidas 14 pessoas que foram acusadas de terem colocado engenhos explosivos e bombas incendiárias assim como pertencerem a associação ilícita terrorista.

O caso é conhecido como “caso bombas” e os detidos e detidas foram processados ​ sob a lei anti-terrorista, que foi inventada durante a ditadura de Pinochet e continua em vigor até hoje.

Desde 21 de Fevereiro, 9  dos 14 presos e presas anarquistas  mantêm-se em greve da fome, com vista à sua imediata libertação assim como o fim das  conspirações judiciais e policiais deste processo e a abolição da lei anti-terrorista.

Terça-feira, 22 de Março, 18:00 h.
Edifício Gini da Escola Politécnica de Atenas

Assembleia de solidariedade com os combatentes encarcerados e perseguido

Sem comentários “Convocatória-Debate acerca dos anarquistas chilenos em greve de fome desde 21 de Fevereiro de 2011”