Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Atenas: Acção de solidariedade para com os presos anarquistas na residência do ministro da ordem pública

Hoje (21-12-2011) pelas  16h30, 40 anarquistas realizaram uma ação de solidariedade para com Stella Antoniou, junto  da casa do ministro para a proteção dos cidadãos (1) Chr. PAPOUTSIS.

Eles  reuniram-se  frente ao bloco de apartamentos onde Papoutsis vive. Foram gritados  slogans de solidariedade para com Stella e centenas de panfletos foram lançados nas ruas onde se podia ler:

LIBERTAÇÃO IMEDIATA  da  ANARQUIISTA  STELLA ANTONIOU /
Chr. PAPOUTSIS, FASCISTA  da  GERAÇÃO POLYTECHNIO
(2)
e
Chr. PAPOUTSIS, de PRESIDENTE  da  E.F.E.E
(União Nacional dos Estudantes gregos) até CHEFE DOS TORTURADORES na POLÍCIA GREGA

Os companheiros também entraram no jardim da frente da sua casa, onde também jogaram panfletos. O guarda que estava lá, quando viu os companheiros,  escondeu-se na cabine da polícia, o mesmo acontecendo com os outros dois membros da guarda pessoal  de Papoutsis. A bófia estava nas proximidades, dois em motocicletas (D.I.A.S.) aproximaram-se, observando os companheiros que entravam no bloco de apartamentos, partindo depois, sem qualquer incidente.

Algum tempo depois, e numa rua distante, quatro pessoas foram abordadas pela polícia e levadas para a sede da polícia (3), como foi noticiado, mas este incidente não estava relacionado com a ação de solidariedade.

As ações de solidariedade para com Stella Antoniou e os demais companheiros irão continuar até que todos sejam libertados.

LIBERTAÇÃO IMEDIATA da ANARQUISTA STELLA ANTONIOU
LIBERDADE para K. Sakkas, A. MITROUSIAS, G. KARAGIANIDIS


Notas de tradução:
(1)Essencialmente o ministro da ordem pública.
(2) Referência à revolta do Polytechnio em ’73. Nesta época Papoutsis  era presidente da União Nacional dos Estudantes Gregos.. Como muitos membros do PASOK, ainda hoje ele continua a servir-se das lutas da sua geração contra a junta militar.
(3) soltos um par de horas mais tarde.
(4) Stella Antoniou, Kostas Sakkas, Aleksandros Mitrousias, Giorgos Karagianidis, Christos Politis e Dimitris Michail foram presos em 4/12/10. Os dois últimos foram libertados após alguns meses.

Assembleia de Solidariedade aos combatentes presos e perseguidos

fontes: a , b

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>