Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil: Faixa por Santiago Maldonado

Ao amanhecer desta sexta-feira (18 de agosto), encontramos esta faixa pendurada no centro da cidade de Foz de Iguaçu, Paraná, Brasil. A faixa diz “Cadê o Santiago? Liberdade a Facundo Huala, Newen povo Mapuche.”

Há mais de duas semanas que Santiago Maldonado desapareceu em mãos da polícia. Ele se encontrava na comunidade Mapuche Pu Lof em Cushamen quando os porcos invadiram os territórios mapuche sob ordem no juiz Guido Otranto que mandou desalojar  a comunidade. Seguindo a tradição colonial militar, os porcos entraram atirando nas pessoas e queimando as suas pertenças. Nove pessoas foram feridas e vários detidos, ainda no dia de hoje Santiago segue desaparecido…

Vale ressaltar que essa caçaria aconteceu um dia depois de um protesto que teve lugar frente ao tribunal federal de Bariloche pela libertação do Lonko Facundo Huala detido em 28 junho de 2017. O estado chileno tinha pedido a captura internacional de Facundo, acusado de ter participado em 2013 de um ataque incendiário contra a casa dos cuidadores de um campo próximo à cidade de Valdivia, onde foi detido e logo libertado. Em setembro do ano passado, o mesmo juiz que mandou desalojar a comunidade Pu Lof, Guido Otranto, tinha declarado a nulidade do processo de Facundo por irregularidades, porém, diante desse absurdo jurídico, Facundo Huala ainda segue preso em Esquel enquanto o estado chileno pede sua extradição.

Desde o território guarani invadido pelos estados nacionais e o capitalismo global, mandamos uma força para Facundo Huala e todo o povo Mapuche em luta!

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>