Prisões gregas: Vídeos das concentrações anticarcerárias, na Véspera de Ano Novo

Prisões de Larisa, ouvem-se as seguintes palavras de ordem: A paixão pela liberdade é mais forte de que todas as celas// Li-li-liberdade para xs que estão nas celas // Todos os valores desta sociedade são prisões de máxima segurança // E para não esquecer qual é o seu trabalho: os cães protegem os patrões.

Prisões de Diavata, em Tessalónica. Segue-se a tradução do texto que aparece no vídeo:

Contra o isolamento dxs presxs em luta – sob um regime especial de detenção – e a destruição das relações e estruturas que se tinha criado projectamos a solidariedade como parte inseparável da nossa ação, através da oposição quotidiana a todas as formas de reclusão, vigilância e controlo. Até à destruição de todas as prisões.  Até à destruição do mundo da dominação. Luta sem trégua pela revolução social. Tessalónica, Dezembro de 2014. Okupa Terra Incógnita.

Prisões de Koridallos, em Atenas. Para uma crónica breve dos acontecimentos clica aqui.