Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

[17-23 Abril] Chamada internacional de ações descentralizadas em solidariedade e atualização do caso Aachen

Amamos a liberdade, odiamos o Estado!

Uma semana – de 17 a 23 de Abril de 2017 – de ações descentralizadas em solidariedade com as companheiras acusadas de roubo num banco em Aachen (Alemanha)

Uma companheira de Amsterdão foi detida no ano de 2013 sob a acusação de roubo de banco em Aachen; após estar meses na prisão e várias semanas de julgamento foi deixada em liberdade. Atualmente encontra-se à espera de um recurso de revisão do caso interposto por parte do ministério público dessa cidade.
Em Abril e Junho de 2016 duas companheiras de Barcelona foram detidas e encarceradas em Espanha, sendo efetuada a sua posterior extradição para a Alemanha onde continuam em prisão preventiva. Atualmente estas duas companheiras não só enfrentam uma situação de confinamento como desde Janeiro se encontram em fase de julgamento que se prevê finalizar a 22 de Maio de 2017, na cidade de Aachen.

Não nos surpreende que o poder persiga, castigue e ataque a quem luta, a quem combata a miséria deste sistema opressor. Não nos interessa usar o vocabulário do inimigo e falar assim de culpadxs ou inocentes, pois não obedecemos à lógica em que divide xs indivíduos e xs cataloga, até chegar ao ponto de poderem ser encarceradxs. Compartilhamos com as nossas companheiras o ódio a este sistema, o ódio às prisões que perpetuam a divisão entre o bom cidadão e aquele que merece ser castigado; odiamos todo o aparelho repressivo de qualquer estado, assim como a sua conexão com a Igreja e respectiva história opressora.

Com passos gigantes a repressão adopta um papel cada vez mais quotidiano nas nossas vidas.  As novas tecnologias, o desenvolvimento de técnicas para a obtenção de ADN, análises biométricas, câmaras, controlo social…todo um aparato destinado ao estudo, análise e controlo, dentro do qual nos posicionamos totalmente à ofensiva, entendendo – de agora em diante – toda esta estrutura como parte dos nossos habituais inimigos. A coordenação entre Polícias de diferentes Estados, juízes, investigadores, todos formam parte das não tão velhas assim, as rejuvenescidas ferramentas desta Europa, a que se encaminha mais clara e rapidamente até ao capitalismo mais puro, mais subtil mas feroz.

Recuperaremos o espaço nas nossas ruas e sairemos fortes dos golpes repressivos, com as veias carregadas de raiva, força e coragem, para estar ao lado das nossas companheiras, para lhes mostrar a nossa solidariedade, a paixão que temos para continuar a lutar e para destruir este sistema – que não queremos nem dele necessitamos.

Esta é uma chamada internacional em solidariedade com as companheiras acusadas de roubo de banco em Aachen, uma chamada para fortalecer os laços entre todxs xs rebeldes e oprimidxs, em qualquer lugar do mundo, em qualquer recanto. Usemos as nossas ferramentas para sabotar, atacar e destruir as suas estruturas de poder, usemos a nossa imaginação para continuar a demonstrar-lhes o nosso ódio, usemos a nossa paixão para continuar a caminhar, para continuar a lutar! Fazemos uma chamada de  17 a 23 de Abril!

Tudo continua, nada se acaba! Até que todxs sejamos livres!
Solidariedade com as companheiras anarquistas acusadas de roubo de banco em Aachen. Livres elas, livres todxs!
Pela revolta, pela anarquia…

Fevereiro de 2017, em algum lugar do mundo

Atualização do caso Aachen

– Resumo das sessões de julgamento já realizadas
1 l 2 l 3 l 4 l 5

Carta da companheira processada pelo caso Aachen

– Mais informações e atualizações

inglês: solidariteit.noblogs.org | espanhol: solidaritatrebel.noblogs.org

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>