Arquivo de etiquetas: Biblioteca Anti-Autoritária Libertad

Chile: Faixa e barricadas de fogo, 20 anos depois do assassinato de Claudia López

20 anos depois da morte de Claudia López: Memória e Combate.

11-09-2018. A duas décadas exatas da morte em combate da companheira anarquista Claudia López, na povoação La Pincoya em Santiago, durante os distúrbios comemorativos do início da ditadura militar no Chile  –  e ainda no âmbito de uma nova comemoração desta data, saímos à rua na nossa povoação a recordá-la; colocamos uma faixa, levantamos barricadas de fogo e desafiamos a polícía junto aos nossos/as companheiros/as e vizinhos/as.

Algures no território chileno,
Biblioteca Antiautoritária Libertad
Inverno, 2018

em espanhol

Chile: Agitação anarquista contra o poder e as eleições presidenciais

Antes das Eleições Presidenciais: Propaganda contra a via eleitoral oferecemos livros com propaganda anti-autoritária e lançámos panfletos.

Pós-data: [SOBRE O PROJECTO] A biblioteca continua em funcionamento de maneira itinerante, incentivando e propagando a leitura para esta ocasião, de forma gratuita; antes das eleições presidenciais, numa feira livre, oferecemos diversos livros (infantis, contos e política), entregámos panfletos com mensagens contra o poder e políticos/as, incentivando à busca de autonomia e liberdade, fora das instituições e do Estado. Também lançámos panfletos na povoação onde estamos frequentemente como projecto. Com esta ação terminamos já com o nosso stock de livros, embora estejamos apenas no início da iniciativa. A propaganda nas ruas continuará de forma ativa e começamos já a armarmos-nos de material para se continuar nas ruas e noutros lados.

Dalgum lugar do território chileno,
Biblioteca Anti-Autoritária Libertad
Primavera, 2017

em espanhol, alemão

[11 de Setembro, Chile] Ninguém está esquecido, nada se encontra saldado, memória aos/às caíd@s

Véspera do 11 de Setembro. Lançámos panfletos e colocámos uma faixa – a passos do local onde funciona o nosso projecto de biblioteca – onde se podia ler: “NINGUÉM ESTÁ ESQUECIDO – NADA ESTÁ SALDADO – MEMÓRIA A@S/ÀS CAÍD@S”.

Dalgum lugar do território chileno
Biblioteca Anti-Autoritária Libertad
Inverno, 2017

em espanhol, inglês, alemão

Chile: Faixa solidária com os e as anarquistas da Venezuela

NEM DITADURA NEM DEMOCRACIA – FORÇA AOS/ÀS REBELDES NA VENEZUELA

A princípios do mês de Agosto, com os olhos postos na revolta contra a ditadura de Nicolás Maduro na Venezuela, colocámos uma faixa solidária com os e as companheiras anarquistas do dito território. Enviamos força aquelxs que, a partir da sua autonomia, erguem posições libertárias contra todo o poder e que enfrentam nas ruas, com dignidade, a repressão estatal.

De algum lugar do território chileno
Biblioteca Anti-autoritária Libertad
Inverno, 2017

em alemão

Chile: Faixa pela aparição com vida do companheiro Santiago Maldonado

Aparição com vida de Santiago Maldonado – feito desaparecer pela polícia, na Argentina a 1 de Agosto.

09-08-2017. O companheiro anarquista Santiago Maldonado desapareceu a 1 de Agosto após uma invasão da polícia da Argentina a uma comunidade mapuche em resistência – onde se encontrava em solidariedade. Do outro lado da cordilheira, enviamos um pequeno gesto de apoio aquelxs que lutam pela aparição de Santiago, as mossas consciências estão aí junto a todxs vós.

De algum lugar do território chileno
Biblioteca Anti-autoritária Libertad
Inverno, 2017

em inglês l alemão

Chile: Faixa alusiva ao Dia do Jovem Combatente pela Biblioteca Anti-Autoritária Libertad

Antes do Dia do Jovem Combatente. Lançamos panfletos a passos do sítio onde funciona o nosso projeto de biblioteca, onde colocamos também uma faixa que dizia: “29 DE MARÇO – DIA DO JOVEM COMBATENTE – MEMÓRIA RESISTÊNCIA SUBVERSÃO”.

Pós-data: [SOBRE O PROJETO] A nossa biblioteca, auto-definida como anti-autoritária e insurrecional encontra-se em funcionamento numa povoação desde o verão de 2017. A biblioteca instala-se na rua e tem o propósito de incentivar e propagar a leitura a qualquer pessoa que se acerque do nosso local – desta forma difundimos gratuitamente, com contribuições voluntárias e/ou troca de livros, revistas, fanzines, etc. catalogados em três secções: infantil, novelas e política. Não escondemos as nossas ideias ou os nossos propósitos, por princípio, não fazemos negócio com o nosso projeto. São esses os pilares fundamentais desta iniciativa que procura ser uma contribuição mais na luta pela liberdade e anarquia.

A partir de algum lugar do território chileno
Biblioteca Anti-Autoritária Libertad
Outono, 2017

em espanhol