Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

[Prisões gregas] Por uma nova postura de combate da insurreição anarquista – Por um Dezembro Negro

“Ódio ao indivíduo que se curva sob o peso de uma força desconhecida, de um qualquer X, de um Deus. Ódio a todos aqueles que cedendo a outros por medo, resignação ou por uma parte da sua força de homens [e mulheres] não apenas se esmagam a si mesmos, mas também a mim, a tudo […]

Espanha: Livro “Policiais, porcos, assassinos. Crônicas do dezembro grego. 2008”

Editora: Klinamen. 330 páginas. 2011.

“[…] Quando chegaram a Patission e encontraram-se nos arredores do portão histórico da Politécnica, que havia sido atacada por tanques em 1973, cortaram a avenida sem perguntar o que fazer e, a seguir, cantaram o típico lema “Batsi, gourounya, dolofoni!” – “Policiais, porcos, assassinos”. Ao presenciar esta cena, me senti […]

Grécia: Atualização do caso do anarquista André Mazurek, preso da revolta de Dezembro de 2008

Três anos depois…

Três anos depois da sua detenção, o anarquista André Mazurek (de origem polaca) continua preso nos cárceres do estado grego. O companheiro foi detido a 9 de Dezembro de 2008 na praça Kaningos (no centro de Atenas) durante os confrontos que se seguiram ao assassinato de Alexandros Grigoropoulos pelos polícias assassinos Korkoneas […]

Incontrolável: Contribuições para um Nihilismo Consciente

Athena: Faço unicamente aquilo que me é pedido. Peçam-me para que a cidade funcione em harmonia e unirei os escravos e engordarei os senhores. É desta forma que a harmonia se forja do caos. Todos aqueles que emigram e vivem fora da justa Athena aceitam este acordo, seja a sua ignorância sobre este […]

Exarchia, Crise e Greve Geral

As ruas de Exarchia estão quase vazias. A maioria dos atenienses deixaram a cidade durante a Páscoa, um dos maiores feriados do ano por aqui, então as suas ruas normalmente movimentadas estão vazias. As lojas e os cafés têm as portas de segurança trancadas, revelando a arte de pinturas coloridas de spray anti-autoritárias. As imagens […]