Arquivo de etiquetas: Chania

Chania, Grécia: Faixa em solidariedade com o Linksunten Indymedia, silenciado pelo Estado na Alemanha

Nestes tempos em que a Internet é um elemento essencial do nosso quotidiano, a defesa da sua capacidade receptiva é e deverá ser o ponto crítico da sua gestão, sendo essa uma das razões pelas quais apoiamos qualquer expressão de contra-informação.

A contra-informação é, foi e continuará a ser um pilar principal para se gerir e promover a palavra e atos de movimentos políticos que na primeira linha se opõem ao estado e capital. É essencial defender em todos os sentidos – fisicamente e online – qualquer fonte de contra-informação saudável de que o indymedia.org & linksunten.indymedia.org é exemplo.

Portanto, e como ato mínimo de solidariedade, deixamos uma faixa de solidariedade com o silenciado linkunten.indymedia.org num ponto central da velha cidade de Chania.

Portanto, e como ato mínimo de solidariedade, deixamos uma faixa de solidariedade com o silenciado linkunten.indymedia.org num ponto central da velha cidade de Chania.

Solidariedade não negociável com linksunten.indymedia.org

Fonte Apatris (grego) via insurrectionnews (inglês)

Ilha de Creta, Grécia: Veículo do corpo diplomático incendiado em Chania

kemadoNa madrugada de 14 de Novembro, na cidade de Chania (Ilha de Creta) incendiámos um Citroen C5, um veículo pertencente ao corpo diplomático. O veículo ficou completamente carbonizado. Enquanto exista Estado e Capital, não vacilaremos em atacar os seus meios e estruturas em qualquer oportunidade que tenhamos. Com esta ação enviamos uma mensagem de solidariedade a todxs xs que resistem e se rebelam em cada canto do planeta.

Liberdade para todxs xs nossxs compas anarquistas que estejam presxs nas masmorras do Estado.

Força aos/às membrxs da Luta Revolucionária, Conspiração de Células de Fogo e ao anarquista-comunista Tasos Theofilou nos seus julgamentos de apelação a ter lugar agora assim como aos/às anarquistas envolvidxs nestes casos.

Solidariedade com xs detidxs nos distúrbios de 15 e 17 de Novembro.

Anarquistas

em espanhol

Creta, Grécia: Distribuição de “cédulas” anarquistas em Chania

Se votando alterasse alguma coisa isso seria ilegal 

No sábado, 17 de Maio, no centro da cidade e em vários bairros de Chania, puseram-se folhetos anti-eleitorais nas caixas de correio, assinados com o círculo-A, dentro de pastas idênticas às das cédulas de papel. Também ficou cheio de panfletos todo o edifício onde está inserido o escritório local do Amanhecer Dourado (como sempre os nazis não se encontravam à vista).

Sem participação na festa eleitoral
Contra a lógica da delegação

Fogo às urnas

Chania, Creta: Cartaz de solidariedade com os perseguidos pelo caso da Luta Revolucionária

Liberdade para todos os lutadores aprisionados

A campanha de selvageria moderna esmaga todos os aspectos da vida social, intensificando a miséria do “em” deste mundo.

Por outro lado, as partes da sociedade que não são subjugadas, que não consentem nos planos de autoridade, escolhem o contra-ataque, através do discurso e ações, envolvidos em multiformes lutas sociais.

O estado de garantia dos privilégios deste mundo exige a eliminação de cada um que perturbe a lisura da nossa exploração. Na antevisão dos militantes das lutas sociais e dos lutadores. Continuar a lerChania, Creta: Cartaz de solidariedade com os perseguidos pelo caso da Luta Revolucionária

Noruega-Grécia: Mantenham os nazis fora!

[Texto distribuído em Chania, Ilha de Creta, a maior das ilhas gregas, situada a sudeste do continente grego no mar Mediterrâneo. Sua economia é baseada no turismo.]

Você está visitando um país, suas pessoas, e como sabe, está enfrentando ataques viciosos da classe dominante para pagar os encargos da crise econômica global, a maior experimentada desde a década de 1930. Como você também sabe, esses ataques sobre os salários, pensões, saúde e educação têm criado uma enorme onda de resistência da classe trabalhadora e da juventude na forma de 14 greves gerais, manifestações de massa e centenas de milhares de pessoas inundando as ruas de toda a Grécia no último mês, apesar da violenta repressão policial. Continuar a lerNoruega-Grécia: Mantenham os nazis fora!

Ocupações da prefeitura em Chania (Creta) e da Câmara Municipal de Serres (norte da Grécia)

Ontem, 15 de juhno, a assembléia popular da praça Ágora em Chania decidiu continuar a ocupação da prefeitura. Em seu anúncio o povo exige a libertação imediata de todos os presos da manifesta de ontem em Atenas e do manifestante detido e preso depois da greve geral de 11 de maio. Eles estão fazendo uma chamada de encontro para a greve de 16 de junho na praça Agora.

No mesmo espírito, a assembléia popular da praça Eleftherias em Serres decidiram continuar a ocupação da Câmara Municipal, denunciando assim a política governamental e repressão  polícial e mostrando a sua solidariedade com todos aqueles que decidiram lutar nas ruas. Uma nova assembléia popular será realizada hoje às 20:00 no predio da ocupada Câmara Municipal.

Atualização, 17 de junho
Ambas as ocupações são terminadas após as decisões das assembléias. Uma demonstração de solidariedade com xs manifestantes detidxs em 15 de junho e contra a violência do Estado foi chamada para o dia 17 de junho, às 20h00 na Praça Eleftherias, Serres.

fonte: athens.indymedia.org

Chania, Ilha de Creta: Ataque racista com fuzis contra imigrantes

Na segunda-feira, 15 de novembro, dois imigrantes palestinos foram vítimas de um ataque racista em Kisamos de Chania, na Ilha de Creta. Os imigrantes estavam na praia de Kastelli, quando apareceu um grupo de quatro fascistas que os atacaram com fuzis. Sem nenhuma razão em particular, os imigrantes foram cruelmente espancados e deixados no chão sangrando. Após a surra, os fascistas gritaram imigrantes voltem aos seus países. Os dois homens feridos conseguiram se arrastar até uma loja nas proximidades para pedir ajuda. A polícia chegou e os imigrantes foram levados para o Centro de Saúde de Kasteli para receber tratamento médico nos ferimentos graves. Um deles tinha um braço e uma perna quebrados, enquanto que o outro necessitou de 24 pontos na cabeça. Continuar a lerChania, Ilha de Creta: Ataque racista com fuzis contra imigrantes