Contato

Para contribuir com traduções, edições-correções e/ou materiais originais para publicação tais como atualizações a partir das ruas, reportagens de ações, comunicados de reivindicação, textos dxs companheirxs presxs ou perseguidxs, chamadas, brochuras, artigos de opinião, etc.: contrainfo(at)espiv.net

México, Oaxaca: Atentado explosivo contra Banco Santander

QUE A MEMÓRIA HISTÓRICA SEPULTE AQUELXS QUE CONDENEM A PASSAGEM À OFENSIVA CONTRA A AUTORIDADE!

Após vários meses de preparação – com vista a se direcionar os objetivos – decidimos começar a atacar cada um desses miseráveis símbolos e figuras que representam o poder e a autoridade. E que melhor instante seria do que […]

Portugal: Salvé Javier Recabarren, anarquista!

[memória negra e insurreta] Salvé Javier Recabarren, anarquista!

Percorria as ruas de Santiago do Chile com a convicção plena do que sentia, contra a polícia terrorista, contra uma sociedade que maltrata e tortura os animais e os seres humanos. A sua profunda revolta contra as grades das gaiolas e das prisões vinha directamente do seu coração. […]

Santiago, Chile: Atentado incendiário contra imobiliária

Entre uma formosa obscuridade lunar, de noite negra, sob a lua nova e um incandescente céu estrelado (madrugada de 18 de Janeiro), estendemos as asas e com a sua envergadura cobrimos de sombra este asqueroso mundo. Planeamos irritadxs, visibilizámos  o objetivo e aguardamos com cautela, lançando-nos então furiosamente numa discussão contra um ramo de vendas […]

[Poesia armada] Não existe

Não existe o sol não existe a lua não existe a primavera verão, outono ou inverno, não existe o céu não existe a terra não existe o vento o pasto, as flores as árvores. Existe a humanidade… todos os dias morre ao nascer, da sua curta mas larga existência, o animal preso.

(Da contracapa […]

[Itália] Para que Junho se torne perigoso

Chamada internacional de mobilização solidária com anarquistas presxs naquela região (em pdf também)

Escrito a partir das reflexões do encontro “De cabeça erguida” PARA QUE JUNHO SE TORNE PERIGOSO

A repressão do Estado é parte fundamental deste sistema de domínio, sendo simultaneamente a mais abjeta das suas expressões; não surpreende, portanto, que […]